OS QUATRO MUNDOS DA CABALA

Já ficou bem claro no texto anterior que há o Mundo da Emanação, do qual a luz é emanada por Deus e que há um plano físico no qual vivem os seres humanos. A este plano físico chama-se Mundo da Ação. Agora você vai ver que entre eles, o Mundo da Emanação e o Mundo da Ação, existem mais dois mundos.

Acima do Mundo da Ação está um plano que é exatamente o molde energético do plano físico. Tudo o que existe na matéria tem seu molde nesse plano astral, que é chamado Mundo da Formação. Nesse mundo nós não vamos, pois os nossos sentidos não nos permitem perceber sua realidade, que é mais sutil que a nossa realidade material.

O Mundo da Formação é o vizinho do nosso Mundo da Ação e embora não se possa ir até lá, muitas vezes pessoas mais sensíveis sentem ou vislumbram através de seus sentidos um pouquinho da sua existência. Quando dormimos podemos nos projetar espontaneamente para este mundo e alguns de nossos sonhos são visitas ao Mundo da Formação.

No Mundo da Formação estão os Anjos, os Mensageiros da Luz. Mas lá também estão os Anjos sem luz, por isso nem sempre o Mundo da Formação é um lugar bom de se visitar.

Quando precisamos mudar nossa realidade material, temos primeiro que mudar o molde energético que cria essa realidade. Muitas das práticas cabalistas estimulam a mudança do molde energético, pois elevam e sutilizam o nível de vibração material, conduzindo uma boa energia até o Mundo da Formação. Os grandes ajudantes para que essa modificação aconteça são os Anjos, por isso, invocá-los é sempre útil.

Acima do Mundo da Formação está outro mundo, que é chamado de Mundo da Criação ou plano mental. Nossos bons pensamentos tocam esse mundo, mas lá não podemos nem imaginar que chegaremos, pois é um plano muito sutil, de energias muito delicadas.

No Mundo da Criação estão o Arcanjos, os Mestres da Luz. O trabalho dos Arcanjos é qualificar a Luz Divina e direcioná-la para que tenha uma correta distribuição para o Anjos.

Acima do Mundo da Criação está Deus, no Mundo da Emanação. O ser humano não chega ao Mundo da Emanação a não ser através da luz que possui e é só a luz interior, que está alojada no coração de cada ser, que pode viajar até lá e ficar perto de Deus.

Revendo a estrutura cabalista dos quatro mundos: estamos no Mundo da Ação e aqui somos limitados pelos sentidos. Acima de nós está o Mundo da Formação, onde estão os Anjos e onde há um molde energético de tudo que existe na matéria. Acima deste está o Mundo da Criação onde ficam os Arcanjos e onde a Luz Divina é manipulada para que seu potencial seja depois usado pelos Anjos. Por fim, no nível mais elevado, está o Mundo da Emanação, que é a fonte divina que nunca cessa de emanar a luz.

Quando uma pessoa faz um ritual, ela só pode no máximo levar seu desejo até o Mundo da Formação. Quando uma pessoa faz meditação, ela só pode no máximo levar seu desejo até o Mundo da Criação. Quando uma pessoa faz uma invocação a Deus, ela pode levar seu desejo até o Mundo da Emanação.

Por essa razão, rituais funcionam menos que orações e mantras. Um cabalista sabe disso e ele prefere as técnicas mentais e as preces como caminho para chegar à luz. Isso não quer dizer que os rituais estão proibidos para um cabalista. Quem os aprecia pode continuar a praticá-los, mas com o tempo verá que eles são limitados, pois só chegam até o plano astral e não vão além.

Voltar

Copyright 2003 CELINA FIORAVANTI
Todos os direitos reservados.